segunda-feira, 13 de fevereiro de 2006

O Abraão é que devia ter sido

A nossa reflexão leva-nos a pensar no porquê da escolha desse profeta, por parte do cartonista, que, pronto…respeitamos, mas discordamos! Porque não um Buda ou uma Shiva, que pelas características físicas e respectivas “posições” sempre eram mais apetecíveis para caricaturar?
1- Se há coisa que os Tunalhos prezam é o respeito pelas crenças, valores e sensibilidades de todos, incluindo dos mais ortodoxos que não partilham os nossos princípios - nem os nossos fins “apocalípticos” (aquela cena do bombista suicida, enfim, não é propriamente um “sonho de morte”).
Isto vem a propósito das caricaturas de… mau mé – assim escrito deve passar despercebido, somos mesmo espertos - tema “quente de embaixadas”, às vezes explosivo, que está a dominar as notícias em todo o mundo e que, a nosso ver, não merece tanto impacto, já que desvia a atenção de um outro assunto muito mais importante que é o facto do DVD da Escolinha de Música manter a liderança da tabela de vendas há mais de duas semanas.
A nossa reflexão leva-nos a pensar no porquê da escolha desse profeta, por parte do cartoonista, que, pronto…respeitamos, mas discordamos! Porque não um Buda ou uma Shiva, que pelas características físicas e respectivas “posições” sempre eram mais apetecíveis para caricaturar? Não, o autor queria deliberadamente atacar o Islão! Se ele quisesse ser imparcial teria optado – e muito bem – por Abraão que, para quem não sabe, é o profeta-mor, o que está na origem das três grandes religiões monoteístas (cristã, muçulmana e hebraica). Assim, todos iriam perceber que não estava a atacar ninguém em particular, não discriminava nenhuma dessas religiões. Seria um artista “descrente”, coerente e íntegro, um homem com H grande… um Herege universal. Sim, o velho profeta era o ideal! Como é que ele gerou filhos já numa idade tão avançada? Foi Deus?!... Deve ter sido a partir dai que surgiu a expressão “Ah, ‘abrão dum ‘araças!

2 – Do ponto de vista económico esperam-se profundas alterações. Por exemplo, os talibãs – respeitadores dos símbolos, da liberdade, da vida e da cultura… lembram-se?! Eles foram os amigos das estátuas antiquíssimas do Buda no Afeganistão!... - oferecerem 100 Kg de ouro a quem matar o autor das caricaturas e cinco quilos de ouro a quem matar um soldado dinamarquês, norueguês ou alemão. Graças a Maomé, nenhum Português! A posição tomada pelo nosso Ministro dos Negócios Estrangeiros, - que, como sabem, viaja muito por embaixadas - revelou força e determinação, não se intimidando contra os intolerantes cartoonistas ocidentais. Aliás, o Sr. Freitas, neste Carnaval, assim só para reinar, vai vestido com um turbante na cabeça, enrolado em bandeiras ocidentais, um colete cheio de bombinhas e um isqueiro. Já agora, lembramos o Sr. Ministro - enfim se estiver interessado - que o número de candidatos aos atentados suicidas aumentou desde o caso das caricaturas.
Prevê-se também um crescimento fantástico na construção … de novas embaixadas e, claro, na exportação de bandeiras dos países europeus – a China é quem vai beneficiar, neste último caso, podendo as bandeiras ir com um pequeno defeito, porque afinal são mesmo para queimar, que isso de símbolos importantes só mesmo os sagrados…

3 – Por cá, os homens já podem respirar de alívio. Aquele dia do ano em que elas se portam como eles já se foi… para descanso deles. Deixa-nos a todos com aquele desejo que o Dia das Amigas fosse como o Natal, “quando o homem quiser”…
Nós devemos confessar que ficámos um pouco desiludidos com o nosso dia de amigos. O “strip”não foi mau, todavia, ao entrarmos no bar, constatámos que aquela mais parecia a “Noite Gay” do que propriamente o Dia dos Amigos. Definitivamente, 12 pénis por m2 não é a nossa ideia de noite ideal. Mas as Amigas. Isso sim, no Coliseu… a arruinar a restauração da cidade!

P.S. - "Portugal lamenta e discorda da publicação” … o tanas! Sr. Ministro, permita-nos a liberdade de pedir desculpa por esta posição pusilânime!
In Azórica nº 39, Jornal dos Açores, Edição de 11 de Fevereiro de 2006

1 comentários:

mpereira 14/02/2006, 09:27:00  

Impecável! Parti-me a rir.
VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO!
*****

  © Blogger template 'Grease' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP