segunda-feira, 26 de maio de 2008

A minha opinião sobre o preço dos combustíveis

Desculpem lá, mas só hoje tive tempo de vir aqui opinar sobre esta matéria. Em todo o caso, eu já falei sobre isto no ano passado, mas o assunto, hoje mais do que nunca, não deixa de ser relevante.

Ora bem, como todos nós sabemos, os combustíveis já atingiram um preço a que os economistas e peritos financeiros chamam de “estupidamente caro pa’ caramba!”. Como resultado, as pessoas estão em pânico: os ricos porque os Mercedes e os Audi comem 15 litros aos 100; a classe-média porque o ordenado não estica para tudo; e os pobres porque lhes dão casas e rendimentos mínimos, mas por enquanto ninguém lhes atesta o carro… por enquanto!

Por sua vez, desde que contrataram o Professor Bambo, as gasolineiras conseguem adivinhar quando é que a concorrência vai aumentar os seus preços e depois, numa gigante coincidência, aumentam todas ao mesmo tempo. E vai daí, a gasolina já atingiu o preço mais alto de sempre.

Como é lógico, não tenho nenhuma solução para o problema mundial da dependência do petróleo (se tivesse mudava o endereço tunalhos.blogspot.com para AhAhSouBilionárioEVocêsNão.blogspot.com), mas acho pertinente fazer o seguinte desabafo: E SE FOSSEM AUMENTAR PREÇOS E CHULAR AS PESSOAS PARA A MERETRIZ QUE OS PARIU, NÃO ERA BOM?!?

E pronto, é esta a minha opinião sobre o assunto. Admito que não sou nenhum Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, mas penso que consegui transmitir a mensagem…

4 comentários:

Ticha 26/05/2008, 17:06:00  

Chegaste lá!

Achei imensa piada ao Bambo :)
Acho que ele também já tem um blog...
estou-a-ficar-rico-à-custa-dos-tótós-que -me-telefonam-e-tu-não.blogspot.com

ahahahahah

Jordao Farias 26/05/2008, 17:54:00  

Quem escreve assim não é gago!

El Greco 27/05/2008, 00:36:00  

Inté já tenho medo de ver os telejornais que têm batido o rec ord no nº de vezes que abrem as notícias com "Hoje bateu-se novo record no preço do barril de petróleo"...

Na Feira agrícola não havia mulas à venda. Foi pena! Agora davam jeito!

Sónia Miranda 29/05/2008, 17:22:00  

Hum.. depois de ler este texto acho que encontrei uma solução para que a subida do preço dos combustíveis não me afecte. Ora vejamos, preciso do carro 99% das vezes é para ir trabalhar, logo se me demitir do emprego resolvo este problema, por consequência começo a passar fome (até ao final do mês), dou um saltinho à casa do povo do lugarejo e a modos que no mês seguinte começo a receber o "montes de fofinho" do R.I.M. a.k.a. rendimento de inserção mínimo ex- rendimento mínimo garantido. Et voilá problem solved! agora como foi que não me lembrei disto há mais tempo!! Damn!
Brigadinha amigo!! Salvaste-me a vida!! ehehe
Bj*

  © Blogger template 'Grease' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP