quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Dá que pensar...

Já ouvi falar em turistas perdidos na Floresta Amazónia, em turistas perdidos nos Himalaias, até em turistas perdidos no Saara, mas turistas perdidos nas Sete Cidades é muito à frente!

A notícia veio no Açoriano Oriental de hoje. Como não dá para fazer link (porque é só para assinantes), ficam aqui com a capa do jornal, não vão pensar que eu estou a inventar.

Espero não vir a pagar pela língua, mas… quem é que se perde nas Sete Cidades? Quer dizer, não estamos propriamente a falar da cratera do Mauna Loa. Além disso, é um espaço fechado, redondo e a descer, que é como quem diz, não há outro sítio para ir a não ser para baixo e para o meio, ou seja… para as duas lagoas enormes no meio da cratera que servem de referência.

Pronto, está bem, não é assim tão impensável, pode acontecer. O problema é que, de acordo com a notícia, esta é uma situação algo recorrente. Pois, não aconteceu com um ou dois turistas, é com uma catrefada deles.

Não há nada que saber, é melhorar a sinalização dos trilhos para aqueles lados, a ver se os coitados não se metem por caminhos de vacas manhosos e só aparecem 17 dias depois no Nordeste a comer priolos para sobreviver…

4 comentários:

Francisco Costa 21/08/2008, 08:47:00  

Tive uma ideia brilhante.
Vou começar a alugar GPS aos turistas, assim aposto que nunca mais se perdem.
Esses turistas são mesmo toscos, então se andam com as sandes na mochila podiam ao menos ir espalhando miolinhos de pão pelo caminho e depois era só segui-los para o regresso.

Jordao Farias 21/08/2008, 10:40:00  

Se 3 militares portugueses perderam-se no Salto do Cabrito, qualquer estrangeiro está autorizado militarmente a perder-se, nem que seja no tunel das Sete Cidades!

paranoiasnfm 21/08/2008, 12:10:00  

"Tadins".. perderam-se :P

Eu cá, detesto as Sete Cidades.. portanto, perder-me lá? Iérk.. muito difícil porque raramente vou lá.
Muito monótono. :s

Abraço

Ticha 27/08/2008, 00:17:00  

Muito bom o post! :)

  © Blogger template 'Grease' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP