sexta-feira, 25 de maio de 2007

Tesourinho deprimente

A polémica em torno do genérico do programa do Gato Fedorento não lembra ao diabo! Nesta era "blogal" (esta inventei-a, mas se já alguém a tiver escrito... então assumo o plágio) fará sentido acreditar que o grupo quis fazer passar a ideia de que a música e o formato do genérico eram de todo originais?! Será que aquilo é uma "espécie de plágio"? Ou se quiserem não será antes uma "imitação burlesca", vulgarmente designada por paródia, inspirada num "tesourinho (nada) deprimente" da televisão francesa dos anos 50?

Alguma vez um humorista "inventa" do nada? Será que não se parte sempre duma ideia dispararada de alguém (é plágio pegar numa ideia disparatada do Alberto João?), dum discurso "otário" sobre a ota, dum gesto individual/público ou colectivo/popular que é imitado (a imitação é uma "cópia"?), duma música que se adapta, duma dança que se repete porque tem piada, duma (in)acção, duma dica... Mas afinal, não é isso que o humorista faz? Parodiar... imitar... caricaturizar situações reais ou "irreais" deste nosso mundo, reinventar humoristicamente o próprio passado ou mesmo dar nova forma, em jeito de síntese actualizada, ao humor já feito noutros tempos?

O que está mal naquele genérico, e que ninguém fala, é o facto de a dada altura o RAP referir que "de vez em quando vão aparecer gajas nuas" e afinal é mentira... eu nunca vi lá nenhuma!

Acredito que esta celeuma no próximo programa vai ser parodiada pelos Gato... ficaram com mais matéria-prima... Vai uma aposta? Já estou a ver o RAP disfarçado de Claude François a interromper o genérico por motivo de direitos de autor e os restantes a aparecerem no formato "tree blind mice" a dizer que eles é que são os autores e que estão todos cegos pois tudo isto já é do domínio público!

3 comentários:

Alberto Vale 26/05/2007, 16:46:00  

Caro Hélder Medeiros,

Descobri o vosso Tunalhos e gostei! Tomei a liberdade de adicionar como um blog interessante em http://linksinteressantes.blogspot.com/.

Estou também a epxerimentar a aplicação gratuita sugerida para converter CDs em MP3. Virá a ser um post dentro em breve.

Continuação de bom trabalho!

Cumprimentos,
Alberto Vale

Hélder 28/05/2007, 23:13:00  

Caro Alberto Vale, obrigado pela atenção. A amabilidade foi retribuída.
Abraço

fritz729 03/06/2007, 18:35:00  

"O que está mal naquele genérico, e que ninguém fala, é o facto de a dada altura o RAP referir que "de vez em quando vão aparecer gajas nuas" e afinal é mentira... eu nunca vi lá nenhuma!"
eu ja! 2! repara:
http://www.youtube.com/watch?v=IGxifVCHve8
http://www.youtube.com/watch?v=lOUDGxpHVlI

  © Blogger template 'Grease' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP